quarta-feira, 9 de outubro de 2013

DESCOBRINDO LISBOA | VILA BERTHA. UMA RUA CHEIA DE ENCANTO



Há sempre algo para descobrir em Lisboa…


 
 
Quem desce a Rua do Sol à Graça encontra uma rua cheia de graça, onde grandes varandas quadradas enfeitadas com sardinheiras sobressaem no meio dos tons acastanhados do bairro.
 

 
Chama-se Vila Bertha e foi construída por Joaquim Francisco Tojal, arquitecto e industrial, no início do séc. XX, entre 1902 e 1908. Uma vila privada, classificada como património de interesse público, pois é um dos poucos testemunhos da arquitectura industrial da época.
 
 
 
 
 


Vila Bertha é uma rua de casario homogéneo com características singulares, onde os azulejos geométricos e de flores casam na perfeição com o verde do ferro forjado das varandas e alpendres. Um conjunto de formas e volumes que se destacam pela sua graciosidade, e que marcaram uma época, onde pequenos aglomerados habitacionais de operários tinham um papel importante no desenvolvimento social e económico do Bairro. Recebeu o nome de Bertha, o nome de uma das filhas de Francisco Tojal.
 
 
 
Uma rua cheia de charme, onde varandas e janelas se vestem de flores, para dar as boas vindas a quem por lá passa.
 
Vale a pena visitar!!
 
 



 
 --------------

Pormenor dos Azulejos de Vila Bertha
 
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário