terça-feira, 28 de maio de 2013

CASA MACIEL - 7 GERAÇÕES DE HISTÓRIA || CASA MACIEL - 7 GENERATIONS OF HISTORY


|PT |EN





Como um barco que navega no rio, a Casa Maciel navega ao longo de 7 gerações. Segue o curso do rio através dos humores das suas águas. Umas vezes agitadas, outras vezes calmas, a Casa Maciel, como um barco de casco firme, segue a sua viagem através do rio grande, que parece não ter fim. Ao longo dos séculos vai acumulando histórias que nascem fruto das experiências, do saber fazer e das relações humanas. O capitão só abandona o leme, quando se sente cansado da viagem, dando lugar à descendência, que navega o barco com o mesmo orgulho dos seus ancestrais.
 

Like a ship that sails on the river, Casa Maciel sails over 7 generations. It follows the course of the river through the waters mood. Sometimes chaotic, other times quiet, Casa Maciel, as a boat with firm body, follows their journey through the great river that seems to have no end. Through the centuries has been accumulated stories which are fruit of experience, know-how and human relations. The captain only abandons the rudder, when he feels tired of the trip, giving the place to offspring, which sails the boat with the same pride of their ancestors.

 
 
 
 
 
 
 











 
A trabalhar na arte da latoaria, há mais de dois séculos, a Casa Maciel, abriu as suas portas em 1775 como funileiro e só mais tarde passou a trabalhar a arte da latoaria. Segundo Margarida Pragana (actual responsável pela Casa Maciel e na linha da sétima Geração), a casa foi fundada só em 1810, porque anteriormente os registos quase não existiam.  
According to Margarida Pragana (manager of the store and in the seventh generation line),  Casa Maciel works at the tinsmithing art for over two centuries, and has opened its doors in 1775 as a tinker, but only in 1810 it was formally founded.


 
Situada na Rua da Misericórdia, é uma das mais antigas casas do comércio de Lisboa. Foi sempre uma referência na criação de candeeiros (em ferro fundido e forjado), não só pela qualidade do trabalho, mas também por construir peças únicas de acordo com as necessidades de cada cliente. Desde os candeeiros a azeite (incluindo os de rua), passando pelos de gás e electricidade, todos tiveram a sua história na Casa Maciel. É interessante constatar, que ainda hoje existem muitos modelos, aos quais estão associados nomes que representam famílias que em tempos antigos os idealizaram para as suas casas.
Located in the heart of the city, near Chiado, at Rua da Misericordia, it is one of the Lisbon oldest stores. It has always been a reference in the creation of lamps for home and streetlamps (in wrought and cast iron materials), not only by the quality of work, but also to build unique pieces according to the needs of each client. From the oil lamps to gas and electricity lamps, all had their history at the Casa Maciel. It is fascinating to notice that even today, there are many models which have families’ names that in ancient times idealized a specific kind of lamps for their homes.

 
Segundo Margarida Pragana, a Casa Maciel foi em tempos a fornecedora da Coroa Portuguesa e ainda hoje se mantem como fornecedora oficial das Sés Catedrais portuguesas. Também no Japão, num museu em Osaka, se podem encontrar candeeiros oriundos da Casa Maciel.
Casa Maciel was once the supplier of the Portuguese Crown, and still keeps as official supplier of Portuguese Cathedrals. Also in Japan, has some of its work, at the Osaka Museum.
 
Margarida Pragana fala com carinho da história da loja, da família e dos empregados, mas em particular do seu Avô: Rui Pragana. Pessoa a quem aponta uma grande consciência social para uma época caracterizada por grandes convulsões sociais, económicas e políticas. Foi ele o responsável pela criação do sistema “Bailarina”. Um sistema que permitia a todas as famílias, usufruírem de luz nas suas casas através do aproveitamento de desperdícios (jornais, papel, tecidos,…).
 
Margarina Pragana speaks fondly of the history of the store, family and employees, but particularly about his grandfather: Rui Pragana. He has always showed a great social conscience in a time marked by major upheavals, economic and political. He was responsible for the establishment of "Ballerina", a system that allowed all families could have light in their homes through the use of waste (newspapers, paper, fabrics, ...). A truly environmental friend at those times!
 
 
 
Ainda hoje, todo o trabalho é feito de forma manual, conferindo a cada peça um aspecto único e onde podemos encontrar, lanternas, apliques e candeeiros de tecto que duram uma vida.
Uma casa cheia de história, onde a arte, como património e saber-fazer, merece aqui ser acarinhada.
 
Even today, all the work is done by hand, giving each piece a unique look and where we can find, lanterns, wall lights and ceiling lights.
This is a Portuguese house full of history, where art, like heritage and know-how, deserves to be cherished.

Contactos:

Rua da Misericórdia, nº 63 (ao Chiado)
Tel. 213 422 451
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário